terça-feira, 23 de maio de 2017

Nada melhor que o Tempo

Esse espaço super piegas que nada mais serve para meu próprio desatino e desabafo ficou no limbo por algum tempo.  Não que isso seja ruim. Foi um período de purgação do qual eu precisava, a vida não é fácil e nunca teve feições de ser.
Em suma, vivi, comecei a morar só, fui mal na faculdade me recuperei, fiz amizades maravilhosas, comecei a estagiar, viajei, passei pela doença da minha mãe, fui demitido, segui o caminho na faculdade, e continuo nessa empreitada. Um resumo bem sucinto de tudo que aconteceu. Tento a partir de agora reconstruir alguns caminho que segui nesse meio tempo.

Começando por morar sozinho;

Apos uma maravilhosa briga com meu prezado tio, comecei a saga de procurar apartamento, e terminar de tirar a carteira. De volta a sp, correndo atras do bendito apartamento perto da faculdade acho um lugar bacana para chamar de lar. os problema começam pela escolha do local. Aos pés da augusta e louco para experimentar o gosto da liberdade começo a trocar o dia pela noite, "ótimas" amizades surgiram de presente. Eis ai onde tudo começa a desandar, trocando o dia pela noite e curando uma paixão mal resolvida com uma pessoa despenco na faculdade e de 11 matérias na grade do período consigo passar em apenas 3, pegado DP pela segunda vez em duas matérias.  Nesse período, conheci algumas outras paixões, e tudo começava a caminhar bem com uma delas, então, para apimentar um pouco as coisa o destino prega uma peça,quando começo a gosta mesmo de uma outra pessoa, a paixão do passado ressurge, exatamente no mesmo dia em que eu iria num open house de um conhecido da EI, e onde minha nova paião estaria. Péssima ideia a minha colocar os dois juntos no mesmo ambiente. Resumo da opera, minha paixão do passado que passo agora chamar de A ficou com uma pessoa B, e minha nova paixão que chamo carinhosamente de E notou que meu jeito de olhar para A era diferente, E não quis continuar comigo, pois sabia que A ainda era especial para mim naquela época. Pobre Camilo, acabou a noite sem o seu tao especial E e tentando fazer que A fosse ainda sua paixão.
Passando um pouco o meio tempo dessa época que não me recordo de muitos detalhes chego nas ferias com um semestre acabado, meus vícios vindo à tona e nada de proveitoso para se recordar.  as ferias foram incríveis, Minha primeira ferias sem cigarro, vitoria que levei por muito tempo a base de muita privação.  Retornei a rotina de casa escola e nada mais, alias, o extra era a corrida, descobrir o prazer em me exercitar,  fazia - o freneticamente, começou nas ferias com uma crise de abstinência. Um dia lindo, me sentindo sufocado na praia, resolvi sair pra correr, e incrivelmente aqui pode me dar paz e me deixar satisfeito. Foi minha válvula de escape, comecei a correr e não parei, todos dias da semana ate retornar a sp. De volta a sp, no primeiro dia, vou ao parque continuar com minha nova droga e paixão, correr.  Nesse dia em especial, dois dias antes da primeira apresentação do coral na recepção dos pais, teria uma festa estilo open house, pratiquei minha corrida do dia, fiz tudo certinho, descansei um pouco e o corpo ainda exausto, saio de minha casa a caminho da lapa onde seria a tao especial festa. Todo aquele ambiente me machucou muito, pois E estava lá, bebi, bebi muito, muito e muito rápido. Resumo da opera, minha primeira amnesia alcoólica veio naquele dia. Regressei para casa com um amigo do EI, e só soube disso pelo bilhete que amanheceu na minha escrivaninha.  Foram 3 dias que nada parava no meu estomago, então, na apresentação do coral, um anjo dos Céus me impele a fazer algo que poderia ser minha salvação, participar do retiro de carnaval de sua igreja. Sim, embora a maior parte das pessoas que la estavam foram atras de diversão que esses retiros provocam, eu, por minha vez, fui me retirar espiritualmente, e o foi de fato. As amizades que surgiram, as companhias daquele tempo, e toda introspecção que tive, foram os balizadores desse novo semestre, o resultado, todas as amizades antigas foram eliminadas da minha vida.

Continua...

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Aonde esta o teu tesouro ali esta o teu coração

Do que adianta o homem ganhar o mundo e perder a sua própria alma. Eu sou muito idiota, parecer ser algo tao simples, manter sua alma intacta, sem se importar com o derredor, viver uma vida sóbria, sã, impecável e  austera. Mas entao se cai no amargo da solidao compartilhada e da desventura de se encarar ébrio, ébrio do seu ego do seu ser, da sua comodidade, um elogio nao faz bem a ninguem, agora um duvido, pode fazer grandes mudanças. A busca em ganhar o mundo de maneira frenetica que é capaz de passar por cima de todos os mais simples e irreconstitutíveis momentos da vida, mazela da ganancia humana, mal presente na minha vida. 
  Resolvi escrever isso pensando em cada dedicaçao minha em ter bom momentos na companhia de alguem e tudo foi em vao, dedicaçao e amor em prol de cozinhar e ter dois dedos de prosa mas nao aconteceu. Parece que a vida é ciclica, o que fazem conosco, faremos com os outros, vc se mata se nao fizer isso, a resignaçao e amor ao proximo nao andam na mesma frase, Meu alter ego inflamado. Uma vida solitaria de sensaçoes, cada experiencia unica e intransferível  só vc monta e vivencia.
  A passagem biblica que diz a respeito de ganhar o mundo, refere  se a toda a busca vã de crescimento por si próprio, embora no seu interior nao haja nada, É o vazio existencial que corroe o homem, aos 70 anos de idade, numa cadeira de balanço, come e se farta dos mais finos bem, mas a alma é morta, alias, nao adianta, Ines e morta. 
  Eu tenho medo de chegar a esse ponto, dizer nao tenho mais nos meus anos prazer.  Lutar uma luta perdida, enquanto se pode traçar novas rota, ou melhor, rotinas. Tenho chegado ao ponto de precisar ser evangelizado, como Jonas, fui temoso, a mao de Deus pesou em mim, eu perdi muito, um ligeiro arrempendimento, "deixa o salvador com o seu amor, te ajudar, te guiar" outra vez eu tenho me quedado a romper os laços de amor e correr numa luta por ganhar o mundo. Perdendo ele e minha alma tenho medo de passar por tantas outras provas mais, enfim, mar calmo nao faz bom marinheiro.
  O que tem me doido é que eu nao aprendo,  afinal, é a vida, quando se aprende a vive la, vc a perde.  vivemos uma vida inteira aprendendo a viver e quando enfim se aprende, morremos. essa é uma ordem, nao precisa ser natural, afinal, tudo o que vc passa é fruto de escolhas erradas e mal calculadas, vc pode mudar isso, vc pode passar por essas provas, cabe a dificil decisao de ganhar sua alma e perder o mundo, investir naquilo que dara bons frutos, arvores mortas nao florecem, esteja ligado aquilo que produz vida. aquilo que flui, aquilo que te ensina com amor e esteja com  vc por todo momento. tenha coragem de dar um basta, por um ponto final e reconstituir o que foi perdido, se ame, se dê valor. Afinal, que lhe garantiu isso foi aquele, que perdeu sua vida pra ganhar o  mundo.  

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Pensamento chato

Parece que muita coisa na minha vida é meio desconexa, na verdade eu nao tenho muito nexo,  eu sei que eu tenho tomado pauladas absurdas na vida pq é assim, a vida é uma professora rude da década de 30 que ama usar a palmatoria pra te ensinar. Nesses ensejos, com minha mão já inchada e joelho calejado de ficar no milho, aprendi outras coisas mais.
Quanto mais amargo melhor.  é um brado do interior, parece que só esta bom, ou só há de melhorar se vc se dedicar a matar todos os seus prazeres e confortos, ora, açucar faz mal, gordura entope o coraçao, alias, pedra encrustada de gordura nao limpa fácil, e como diz o dito, "peixe morre pela boca".
Essa é uma ciencia meio altruísta, desprovida de razão e imprecisa. Voce fica marcado, literalmente, pela vida e vai se desconstruindo para moldar um novo ser, alguém que apanhou da vida. Eu adoro isso pq apesar dessa descontruçao, vc permanece idiota, no caso, eu.  O amor, pode parecer ser a causa primordial, o unico que tem dado "serto" ate agora é com  a musica,  essa coisa platônica idealizada, criada por Deus, o supremo Arquiteto, colocando notas em cada canto de pássaro, vento, chuva e trovoes. Fora isso, confiar em pessoas, a suprema criação, contaminada,  poder ser fatal. Eu tenho saudade daquela pessoa despojada que eu ja fui um dia, não obstante, eu tento me moldar a uma aceitaçao pessoal/social que parecer mais um lado politico aflorado. Grandes pauladas da minha vida, tem um ápice na confiança em outrem. Pode parecer universalista, insonso e solitario, mas é isso, e nada mais.
Tenho receio ter ter perdido o medo de ser médilcre, pq o pior é ser ignorante austero, firme de pensamento, eu vou apanhando, enquanto viver, pq talvez assim, eu possa aumentar meu cabedal  interior, a vida é esse jogo rude. Eu cometi um erro tremendo de falar que a vida doe, a vida nao doe, o que doe, e a ignorância que nós agarramos e defendemos, a vida é linda, viver é pra poucos, observar a poesia da musica e do apanhar. A melhor coisa que se pode se fazer a alguem, é ensina lo, isso o torna uma pessoa melhor, amplia horizontes, É isso que a professora da década de 30 faz, (a vida) ti enssina e te faz forte, forte pq vc precisa se desapegar de quem vc considera muito importante e seguir em frente, enfim,  crescer, viver, morrer, aprender, sofrer, caracteristicas intrínsecas do ser.  Pra finalizar, posso dizer que a noite eu sou um lixo emocional. Mas feliz, muito barroco de minha parte mas, é isso, é a vida e é bonita e é bonita e é bonita....  

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Criança

Meu espaço querido, quanto tempo, vc que me acompanha em minhas desilusões amorosas, em minhas desilusões na vida e tals....  hoje ue fui aplicar prova no mackenzie...  foi bacana nao nego, mas bacana por me parecer algo sádico.... olhar todos aqueles adolescentes, comidos pelo cansaço e pela incerteza ou sei lá o que.... nao me relaxou pq eu me via naquele lugar, me sentia no lugar deles...  só sei que eu quero mamae e papai, aproveitar enquanto ainda os tenho, Deus, nao ha de permitir que eu vá antes deles, nao sei se é isto algo bom ou ruim, um filho como eu que ultimamente só existe para dar desgosto....  mas eles sao os unicos que me podem salvar.... (abaixo de Deus claro)  eu quero eles. quero muito, quero minha vida pacata e caseira de volta, quero voltar a merecer a confiança que eu tinha....  so isso chega...  é serio CHEGAAAA

sábado, 30 de março de 2013

BOOOOOBOO

Nós somos bobos, nascemos bobo, idiota, e vamos morrer bobo e idiota... acreditamos nas pessoas, nao sabemos dizer a verdade, nao sabemos dizer nao.... nos achamos fortes, nos entregamos e vamos perdendo a confiança.... nos entregamos de tal maneira que doi desligar se. vai doer, já esta doendo, mas vai ser o melhor, vai me fazer bem, vai me salvar a vida, nao quero aquilo que me preocupa, quero aquilo que me da esperança, quero aquilo que me valoriza, eu sou bom, muito bom, apesar de bobo. eu sei que tem pessoas infinitamente melhores, talvez mais polidas, talvez mais sabias, mas eu sei que eu posso ser mais, basta querer, Deus nao recusa um sabio pedido, Deus nao recusa o melhor. O melhor pra mim esta sendo preparado, eu nao me conheço e nao conheço o que vai ser ainda daqui por diante, o por vir dá medo, devemos nos desapegar desses medos e confiar que o futuro vai ser melhor, somos queridos e prezados por quem nos menos esperamos e ate por quem, vez ou outra nos esquecemos... Sim, somos bobos porque morremos e ainda sim, frente ao leito de morte, nao sabemos que a nossa vida foi muito boa, nao sabemos o tanto que vamos fazer falta, nao sabemos o que tínhamos que ter feito. Estamos condenados a morrer bobo, só que nossa dignidade, herança e lembrança vai depender apenas do que a gente fez.... nós, os bobos..... 

terça-feira, 26 de março de 2013

Nada a declarar....

nada a declarar, só to meio coisado... a vida vai acabar um dia, por mais que eu queira que seja muito rápido eu sei que vai demorar a passar.  temos um tempo um cronos, um crono não como o grego, e sim como cristão. estamos debaixo da graça inefável, irresistível e soberana de |Deus, estamos atolados de preocupações e de coisas que nos abstraem a felicidade. uma paixão não correspondida acaba com qualquer um. um sonho falido nos mata. uma vontade não realizada nos constrange.
eu queria ter um algoritimo da relidade. ele existe disso eu sei. para quem tem a convicçao de seus ideais a felicidade vem apenas como bonus. os sonho apenas se realizam,  o comum e tudo que se tem. a grande trama se desenvolve na calada da vida,  quem passar a perder seus ideais nao tem nem razao do seu nome, nao tem segurança em nada e vê se seguro apenas nos braços de alguem. isso, um abraçco e nada mais. um abraço te eleva a alma, tira voce da realidade. voce nem sabe aonde esta, nem quem é voce, nem o que esta acnotecendo. agora inagina o supremo criador  do universoo, da vida, te abraçando...  a alma entra em exctase, em gozo pleno, é algo indescritível. agora imagina uma pessoa que tem sua vida torpe e não se pode mais ver na preseça de um ser assaz benigno, puro santo....  isso ja é suficiente para se perder a noçao ...  acho muito bom quando alguem olha pra vc e diz com toda a certeza:  voce nao esta bem;  tem algo a mais nisso, é uma preocupaçao é algo verdadeiro, e ciencia de si pelo outro...  tenho escultado muito sobre troca de energia, acho uma balela. a energia num plano espiritual nao existe, existe a acomodaçao, a sensação de bem estar, em apenas esta perto de alguem que gosta mesmo de voce...  eu nao sai mais o que dizer...  eu quero alguem que sente se do meu lado me abrace e me diga e converse comigo sobre tudo isso, desde de como fazer um bolo ate sobre com se portar frente a vida, sobre sociedade e sobre religiao...  o tema mais complexo diga se de passagem...  nada mais a  declarar.... sqn